segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Elevados e viaduto de Porto Velho


Confira neste vídeo algumas imagens da obra do elevado que finalmente está sendo construído no cruzamento da avenida Campos Sales com BR364 na Zona Sul de Porto Velho. O vídeo também conta com imagens do elevado do Roque e do viaduto da Rua Três e Meio.
Os registros são do último domingo (11/02/2018).
























sábado, 10 de fevereiro de 2018

Riacho Azul/Verde (Gruta Azul) de Porto Velho


Na manhã deste sábado (10/02/2018) sai de casa bem cedo, ainda escuro, para visitar o local chamado "Gruta Azul". Durante toda a visita estive muito apreensivo, pois o local costuma ser mal frequentado, então fiquei receoso de ser assaltado no local, porém, correu tudo muito tranquilamente. Durante uma hora em que estive no local, não havia mais ninguém além de mim.
De fato o local é mesmo muito bonito, se considerarmos as pequenas quedas d'água (pequenas corredeiras) e a área de vegetação fechada, no entanto, infelizmente, por ali também encontramos muito lixo, como latinhas de cerveja, garrafas de outras bebidas alcoólicas e de refrigerantes, embalagens de biscoitos e até preservativos usados. 
O local está sendo destino de muita gente, mas é importante deixar o alerta para os riscos de assaltos ou coisas piores, por isso, a recomendação é que aqueles interessados em conhecer o riacho, o faça acompanhado.

COMO CHEGAR AO LOCAL
Basta seguir pela Av. Rio Madeira sentido norte. No caminho você deixará para trás o pátio do DETRAN, a Associação dos Auditores Fiscais e o Motel Alphaville, e partir desse último ponto de referência, na próxima entrada à direita haverá uma placa verde escrito "UDV Núcleo Caminho do Mestre", então basta entrar e após cerca de 50 metros, haverá um caminho à esquerda, o qual pode estar meio fechado por conta do mato que está bem grande no local. A partir daí é só seguir uma trilha em meio ao mato até a entrada da floresta, e a partir daí é só seguir o som das quedas d'água ;)

Localização no GoogleMaps




















  





segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Governo Federal lança o Documento Nacional de Identificação


O Governo Federal lançou hoje (05/02/2018) o projeto piloto do DNI. Ele é digital e funciona através de um aplicativo desenvolvido para smartphones. A princípio reunirá o Título de Eleitor e o CPF, mas a ideia é que mais tarde o cidadão tenha acesso todos os seus documentos no próprio aparelho celular utilizando uma senha pessoal.

O DNI está sendo disponibilizado em caráter experimental apenas para servidores do Tribunal Superior Eleitoral e do Ministério do Planejamento, mas a expectativa é que a partir de julho deste ano o aplicativo seja disponibilizado para toda a população. Para ter acesso ao DNI, o cidadão deverá procurar um posto de atendimento da Justiça Eleitoral para fazer um cadastro, sendo o registro da biometria uma condicionante para liberação desse recurso de identificação.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

24 de janeiro de 2018 é um dia histórico


Numa solenidade realizada na manhã desta quarta-feira (24/01/2018), na oficina da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, foi assinada a concessão do complexo ferroviário por 50 anos da União para a Prefeitura de Porto Velho, a qual ficará responsável pela revitalização do espaço, e para isso conta com R$ 23 milhões (recursos de compensação das hidrelétricas do Madeira). 

A Madeira-Mamoré teve uma das mais drásticas construções do mundo. Construída de 1907 a 1912, contou com a força de trabalhadores contratados em cerca de 50 países, e contabilizou a morte de cerca de 20 mil operários, seja em virtude da insalubridade da região (a floresta Amazônia isolada) ou conflitos com índios e animais selvagens.

Outro acontecimento importante do dia foi a condenação do ex-Presidente da República Luís Inácio Lula da Silva, em segundo grau de jurisdição, a 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado. O julgamento aconteceu na 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região em Porto Alegre, todos os três desembargadores votaram a favor da condenação, que majorou a pena que havia sido importa em primeiro grau pelo juiz federal Sérgio Moro. Na decisão, os magistrados entenderam que Lula poderá cumprir a pena após esgotados todos os recursos no próprio tribunal.